Texto Só Para Quem Não Come Besteiras

comer-besteiras

Você já parou para pensar no quanto a palavra “besteira” é sinônimo de “comida”?

Comecei a ouvir tanto sobre ela que resolvi procurar o significado.

Segundo o dicionário Aurélio, temos como sinônimo de besteira algumas outras palavras, como: asneira, bobagem, burrice, disparate, estupidez, tolice.

Vamos nos ater aos sinônimos, pois como substantivo, o dicionário nos traz a seguinte definição: [substantivo feminino] Abertura nas antigas fortificações através da qual se arremessavam as setas ou flechas das bestas.

Voltando aos sinônimos, dá para a gente comer a ter uma ideia do que é besteira. Mas o que seria uma comida tida como besteira? Bobeira? O que seria uma burrice/estupidez/tolice de você estar comendo?

Tenho certeza absoluta que se passaram inúmeras imagens de alimentos aí na sua cabeça. E acredito que todos eles associados à ideia de alimentos proibidos e também de alimentos que vão te deixar cada vez mais longe do seu “objetivo”. Certo?

E aí a gente se pega mais uma vez falando em dicotomia alimentar. Alimento proibido x alimento permitido.

Comida permitida e Comida Proibida

A pessoa pode até ser contra a ideia de proibição alimentar (pelo menos por fora), mas quando sinaliza que está comendo besteira, acaba trazendo à tona todo esse complexo assunto.

E olha… vou te dizer que é difícil brigar com esses conceitos internamente, viu? Até porque a gente cresceu ouvindo que “comer uma besteira” é um ato que merece poucos aplausos. E que, na verdade, merece até um pouco de culpa.

Hoje mesmo eu vi alguns textos de nutricionistas falando que você só pode comer “besteira” de vez em quando. E aí fiquei pensando: gente do céu, mas a gente já tem umas ideias erradas sobre alimentação e ainda estamos ajudando a perpetuá-las. Estamos indo no mesmo fluxo de dizer que alimento proibido a gente restringe. E alimento permito a gente mete a cara.

E já viu que isso é quase uma religião? Quem nunca se sentiu o pior dos piores quando foi flagrado comendo uma “besteira”, que atire a primeira pedra. Para não se sentir é preciso bastante trabalho interno. Que por sinal, é muito possível, viu?

Na minha cabeça, hoje, comer besteira é tipo: “Ahhh vou ali comer um pedaço de bombril.”

Aí você para e pensa: “Cara, que loucura, que besteira, não dá para comer bombril. Come uma comida, vai!”

Cara que loucura

Porque para mim, se você pensa como besteira comidas como: sanduíche, pizza, sorvete, salgadinhos… Sinto lhe informar, mas elas continuam sendo comidas, e não besteiras. São alimentos mais energéticos, muitas das vezes em um mesmo alimento encontramos altas quantidades de gorduras, açúcares, sódio…? Sim. São besteiras? Não.

Enquanto a gente perpetuar essa ideia de que não pode comer um alimento, ou que esse ato é estupidez, a relação com a comida não vai ser melhorada. Muito pelo contrário.

A gente sabe que os excessos são prejudiciais. E se o seu dia de “comer besteiras” está também pautado no excesso, é bom você começar a refletir e entender a razão disso. É muito mais fácil identificar aquela chavinha que vira, do que sair por aí condenando a comida (que você GOSTA! que você acha GOSTOSA!) e colocando adjetivos ruins nela.

E sabe por quê? Porque quando a gente está fazendo algo que julga “proibido”, “feio”, “culposo”, tendemos a fazer muito de uma vez e a fazer rápido (principalmente se você está sozinho). Afinal de contas, quanto mais rápido você faz, menos “culpa” você sentirá. Mais fácil de esconder o feito. E será mesmo? A gente perde a capacidade de sentir prazer no sabor, na textura, em tudo o que aquele alimento carrega e passamos a engolir. A comer demais.

Se isso não é um comportamento disfuncional para você, surpresa. É preciso resolver essa questão.

Ao invés de comer “besteira”, se sentir mal por isso e ficar com medo de ter “furado sua dieta” (odeio essa expressão), não seria mais fácil pensar consciente em uma forma de comer com calma, aproveitar o momento e colocar esses alimentos mais recreativos em sua rotina de uma jeito que não te prejudique depois?

Cuidado com o ciclo de palavras pejorativas, ruins. Comida não merece isso. E nem você!

 

 

.

Nos vemos no próximo post.

Por uma Nutrição mais saudável,

Anne. 🌼

Anúncios

6 comentários sobre “Texto Só Para Quem Não Come Besteiras

Deixe uma resposta para Fernanda de Souza Cancelar resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s