Sobre Mídias Digitais, Açafrão e Brócolis

 

Título blog

Se você ainda não sabe, vou lhe contar uma coisa: minha profissão é meio zoada (esse foi o nome mais cool que eu consegui encontrar). Já ouviu aquela expressão “de nutricionista e louco, todo mundo tem um pouco” ? Pois é! Diariamente é uma chuva de informações mal embasadas, compartilhadas e vistas por muita gente. Vai desde só comer batata doce com frango, usar whey protein isolado com maltodextrina, comer iogurte com colágeno, fazer dieta detox, usar BCAA com whey, tomar suplementos de antioxidantes a doidado, achar que brócolis tem a mesma quantidade de proteína que tem na carne e até mesmo escovar os dentes com açafrão.

Juro que tem coisa que desestimula e me faz pensar: foi isso mesmo que eu fiz? Será que eu consigo competir com a nutricionista que fala em reeducação alimentar e emagrecimento e passa o dia inteiro comendo alface e pêra? Ou então com aquele que prescreve anabolizantes? Ou será que eu consigo mais clientes do que a outra que faz sorteio de consulta? Quem sabe fazer mais sucesso do que aquela que fala que gordura sai na urina? Ou aquela sensacionalista que te diz que você só é bonita se for magra?

Informações equivocadas

Acredito que o termo correto a se dizer e colocar em prática é: responsabilidade. Veicular determinada informação em mídias digitais hoje em dia é o mesmo que acionar uma bomba relógio! Pode explodir a qualquer momento, e os resultados disso não são legais. Trabalhar com pessoas e estimulá-las a terem determinados hábitos ou usar produtos sem comprovação é muito perigoso e irresponsável.

Se brigar com os grandes jornalistas das revistas mais famosas de dietas e com as blogueiras já é bem complicado, lidar com informações e condutas equivocadas de nutricionistas é pior ainda. Hoje mesmo li uma reportagem que mostrava a morte de um fisioculturista por câncer de fígado. E sabem a manchete? “Fisioculturista morre de câncer no fígado após dieta cheia de proteína”. Fui ler e adivinhem? O rapaz não só usou anabolizantes boa parte da vida, como tinha uma dieta bem “variada” (pizza, hambúrguer, bacon) e ainda consumia bastante bebida energética. Sensacionalismo mandou abraços, será que foi mesmo APENAS por conta da proteína?!

Produzir conteúdo

Produzir conteúdo não é fácil, e se não tem nada o que falar: melhor ficar calado! rsrs Estudar também vale a pena, se embasar em artigos científicos em boas bases de dados: top! Se você deseja iniciar uma relação de confiança com seu cliente, seja coerente. Além de tudo, respeite os assuntos em que seu cliente é leigo. Leve informação de qualidade que, acima de qualquer coisa, gere saúde e bem estar. Não apenas dinheiro e consumo excessivo daquilo que na realidade nem é tão essencial assim.

marketing estudar

Fica a dica! Comunique-se com clareza, não finja ser quem não é, tenha responsabilidade em sua conduta, saiba que o seu cliente é uma pessoa e relaxe! Alimentar-se bem é tão fácil… Ainda acredito que a alimentação é simples e não precisa de grandes firulas para valer a pena. Ela ainda pode ser tão prática quanto escovar os dentes todos os dias (sem açafrão e óleo de coco, por favor).

————————————————-

Gostou do texto? Então que tal deixar um comentário para mim? É só clicar no título do post e comentar! Beijos e até mais!

___________________________________________________________________________

anne

Por: Anne Paiva

___________________________________________________________________________